Prefeito Hildon Chaves repete a estrategia de Chiquilito Erse

As causas da péssima imagem do Brasil lá fora não são a Amazônia, Ongs ou imprensa, mas a “fábrica de crises” interna do governo,..

As causas da péssima imagem do Brasil lá fora não são a Amazônia, Ongs ou imprensa, mas a “fábrica de crises” interna do governo, denunciada pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia.

A Amazônia é a região que mais produz boas notícias, vindas das áreas mais atacadas: a ciência e a pesquisa. Há pouco, dentre tantos exemplos que podem encantar multidões pelo mundo afora, realizou-se com sucesso o primeiro cultivo experimental de um cogumelo comestível dado a conhecer em 2016 pela sabedoria do povo Yanomami.

Experimentos em torno de novos produtos alimentícios com base na biodiversidade são feitos às centenas, mas ficam longe das vistas dos teóricos da conspiração. Eles enxergam inimigos até nas próprias sombras, mas são incapazes de abrir os olhos para as maravilhas da Amazônia.

Tendo causas internas, não será difícil uma ação informativa saudável para recuperar a imagem feliz no Brasil no exterior, mas isso passa por dar fim à polarização tóxica e estabelecer um programa de nação que isole radicalismos, privilegie o desenvolvimento da economia com a redução das desigualdades, tanto as familiares quanto as regionais, e combine a preservação com o aproveitamento das riquezas da Amazônia.

………………………………………

Andar de cima

Dos oito deputados federais eleitos em 1982, da primeira bancada pelo novo estado de Rondônia, cinco já foram para o andar de cima: Mucio Athayde, Chiquilito Erse, Olavo Pires, Rita Furtado e Leonidas Rachid. Francisco Sales, Assis Canuto e Orestes Muniz estão firmes e fortes. Naquele pleito da década de 80 os mais votados foram Mucio Athaide (PMDB) e Chiquilito Erse (PDS).

Construção civil

Já esta rolando uma timida reação na construção civil, melhorando o nivel de emprego na capital rondoniense. Além do Shopping da Zona Leste (Grupo Gonçalves) em obras e varios arranha-ceus em construção, o verão enseja muitas obras pequenas ocupando operários deste setor. E a chegada de novas levas de trabalhadores venezuelanos esquentou até o aluguel de kitinets nas imobiliarias.

Na peleja

Agora reforçando os quadros do Partido Verde, o ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembléia Legislativa Herminio Coelho segue costurando alianças para disputar o Palácio Tancredo Neves sede do governo municipal de Porto Velho. Herminio alternou filiações partidárias nos últimos anos, mas transitando bem nos bastidores: já foi do PT, PSD, PDT e recentemente disputou a reeleição pelo PC do B.

Na Zona Leste

Economizando recursos, ao usar o Exército na tarefa de pavimentação dos dois bairros mais populosos da Zona Leste – Mariana e São Francisco – o prefeito Hildon Chaves repete a estrategia do então prefeito Chiquilito Erse, que foi pioneiro desta medida. É fazer mais, com menos, como dizia na sua campanha de 2016. São várias frentes de trabalho também seguindo em frente na Zona Sul, com asfaltamento e drenagem.

As consultas

Sondado por vários partidos o pedetista Mário Jorge, que foi um sindicalista ativo e vereador combativo, ainda não decidiu se volta às lides políticas. Mário Jorge tem quase três décadas de militância nos quadros do partido de Leonel Brizola e seria um baita reforço para a nominata de candidatos a vereança do partido. O sindicalista alega que ainda é cedo para se decidir.

Via Direta

*** O prefeito de Ariquemes Thiago Flores, pulando de galho em galho, de sigla em sigla, é outro alcaide que esta trocando de vice para a peleja da reeleição *** Ocorre que o vice Foladorzinho tem se revelado conspiradorzinho e esta de olho na sua cadeira *** É histórico: vice, suplente e adjunto sempre conspiram contra os chefes *** Nazif (PSB) esta escondendo o jogo como fazem os políticos experientes *** Mas podem coloca-lo com certeza no rol dos possíveis candidatos ao posto de Hildon Chaves (PSDB) no ano que vem.

Fonte: Jornal Diário da Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *