PF descobre fraudes em penitenciária federal e diretor é afastado em Porto Velho

O diretor da penitenciária federal de Porto Velho foi afastado após a Polícia Federal (PF) descobrir, nesta semana, um esquema de fraude na folha de ponto dos funcionários. Segundo apontou a investigação, a direção local estaria beneficiando um grupo de agentes penitenciários. Quatro chefes de departamento da unidade também foram afastados do cargo.

Segundo a PF, alguns agentes estavam assinando o ponto, mas não compareciam ao plantão no presídio. Enquanto deveriam estar no trabalho, os servidores frequentavam cursinhos ou gerenciavam comércios na capital.

A investigação segue em sigilo, mas a PF diz que apreendeu documentos na penitenciária federal de Porto Velho.

Além do diretor, foram afastados os chefes de recursos humanos, financeiro, de inteligência e saúde.

A PF diz que, por enquanto, a investigação não apontou nenhuma relação com a custódia de presos que ficam na unidade federal.

Fonte: G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *