Palmeiras empata com Boca Juniors e é eliminado na Copa Libertadores

Time foi valente no Allianz Parque e chegou a estar a dois gols da classificação antes tida como improvável; final será pela primeira vez entre argentinos.

Palmeiras honrou o mosaico desta quarta-feira (31), no Allianz Parque, que pedia: “lutem por nós”. Os jogadores bem que tentaram buscar o resultado, mas empataram com o Boca Juniors por 2 a 2 e acabou eliminado na semifinal da Copa Libertadores.

O Boca agora faz a primeira final argentina da história da competição continental. O time enfrenta logo o rival River Plate, que eliminou o Grêmiona última terça. As datas ainda não foram confirmadas pela Conmebol.

Leia mais: Daniel foi espancado por 4 homens e implorou pela vida, diz testemunha 

Como havia perdido o primeiro jogo da semifinal por 2 a 0, o Palmeiras tratou de transformar o Allianz Parque em um caldeirão tal qual La Bombonera. Deu certo. A equipe do técnico Luiz Felipe Scolari entrou em campo disposta a fazer sua parte e dar alegria aos 40.299 torcedores.

E o Verdão até chegou ao gol antes dos 10 minutos com Bruno Henrique. No entanto, após alerta do VAR (árbitro assistente de vídeo, na sigla em inglês), o árbitro colombiano Vilmar Roldán marcou impedimento de Deyverson na origem da jogada. Apesar dos protestos, o lance foi anulado.

O golpe mesmo aconteceu aos 17 minutos da etapa inicial. Villa cruzou da ponta direita e encontrou o centroavante Ábila na pequena área para só desviar para o fundo do gol. O goleio Weverton nada pôde fazer cara a cara com o ex-cruzeirense. Naquele momento, o Palmeiras precisava de quatro gols para se classificar.

Ainda no fim do tempo, os palmeirenses reclamaram de toque de mão de Pablo Pérez dentro da área. O árbitro não deu o pênalti e também ignorou o escanteio.

Perto da virada

Felipão então tratou de tirar Bruno Henrique e colocar Moisés no segundo tempo — havia optado por Lucas Lima e Deyverson para a partida em casa. A equipe chegou ao gol aos 7 minutos. Felipe Melo cabeceou para área e Luan estufou as redes. Na contagem regressiva, faltavam três gols para o Verdão.

Luan marcou e recolocou Palmeiras na partida

Luan marcou e recolocou Palmeiras na partida

Paulo Whitaker/Reuters – 31.10.2018

O que parecia impossível, aos 15 minutos, já parecia ser um tanto mais crível. Dudu levou uma trombada na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o zagueiro Gustavo Gómez cobrou firme e marcou para o Palmeiras. Faltavam dois gols.

O impacto do gol foi embora e o Boca mostrou porque tem seis títulos de Libertadores. Benedetto, que havia marcado os dois gols na partida de ida, deixou Felipe Melo facilmente para trás e chutou no canto direito do goleiro Weverton. O jogador foi substituído pouco depois do lance capital.

Justamente pelo empenho da equipe, a torcida tratou de aplaudir os jogadores apesar de adiado o sonho do segundo título da Libertadores.

 

Fonte: R7.COM

Autor: André Avelar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *