OPERAÇÃO PAINEL: Dois presos em Palhoça traziam cocaína pura de Rondônia

Droga vinha do Peru, maior produtor de cocaína do mundo

A Polícia Civil desencadeou na segunda-feira (28), através da DIC de Palhoça (Divisão de Investigações Criminais), a operação Painel de combate ao tráfico de drogas. Dois suspeitos foram presos em Palhoça. Outras duas prisões e apreensões foram feitas nas cidades de Florianópolis, Biguaçu, São José, e Sorocaba (SP), em cumprimento a nove mandados de prisão temporária e 20 outros mandados de busca e apreensão com a prisão de quatro suspeitos.

A ação dos policiais, que teve apoio de todas as delegacias e unidades especializadas da Diretoria da Grande Florianópolis, policiais civis paulistas e policiais militares lotados no 7o. BPM, ocorreu no combate ao tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e associação para o tráfico.

A investigação já ocorre há mais de um ano, período em que foram feitas apreensões como a de 10,5kg de cocaína e uma pistola encontradas no interior de um veículo GM/Cobalt, abordado pelos investigadores em junho de 2018 no bairro Caminho Novo, em Palhoça.

Após a apreensão, o esquema de transporte e distribuição de entorpecentes foi sendo descoberto pela Polícia Civil. No Brasil, a droga partia do Estado de Rondônia para Santa Catarina, sempre escondida em compartimentos ocultos onde deveria estar o air bag e ar condicionado dos automóveis. A cocaína de Rondônia, onde é chamada de “perutcha”, por ser mais pura, tem esse nome em referência ao Peru, país que se tornou nos últimos 15 anos o maior produtor dessa droga no mundo.

Fonte: portalpalhoca.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *