Mistura Fina arrasta multidão em seu trigésimo sexto desfile

O trigésimo sexto desfile do Bloco Mistura Fina, foi coroado de êxito.

Desde as primeiras horas da tarde do último dia 31 de dezembro de 2019, os foliões começaram a chegar ao Bar Antônio Chulé na esquina das ruas Joaquim Nabuco e Bolívia, no bairro Santa Bárbara, o estoque de Amido de Milho colocado à venda pelos proprietários do Bar logo se esgotou. “Nunca vi uma coisa dessas, apesar de ser um Bloco de Sujo, a gente percebe que os foliões seguem a risca a recomendação da coordenação e aderem à brincadeira de “melar” os outros de maisena”, se admirava o turista que veio do interior passar o réveillon em Porto Velho.

O grupo musical escalado para fazer o esquenta antes do inicio do desfile, preferiu um repertório com marchinhas tradicionais e sambas que antigamente eram chamados de “Samba de Meio de Ano”, com os interpreses Torrado, Waldison Pinheiro, Torrado, Silvio e Bainha além de Walber e do Nilson do Cavaco se reversando, o naipe de metais dava o suporte e os foliões, enquanto aguardavam a saída do bloco se esbaldavam brincado carnaval nas ruas mais que lotadas.

MUDANÇA NO PERCURSO

Por volta das 18 horas, assim que o sol baixou no horizonte, a coordenadora Silvia Pinheiro convocou os foliões a se posicionarem na rua Joaquim Nabuco: “Nosso desfile vai começar já já”. As Pastoras do Asfaltão entoaram as marchas rancho: Abre Alas, Bandeira Branca e Máscara Negra e o bloco começou a desfilar, aí quem tomou conta do repertório de marchinhas e samba enredo foram os interpretes Waldison Pinheiro, Bainha e Silvio Santos. Mais tarde, Torrado assume o comando e canta vários sambas de enredo. Quem também fez parte do carro de som foi o cantor Sandro Bacelar e enquanto a bateria Pura Raça comandada pelos mestres Danilo e Negão segurava o ritmo, colocando os foliões brincando cada vez, com mais euforia.

Em virtude do avançado da hora, a coordenação do bloco resolveu reduzir o percurso do desfile e, ao em vez de seguir até a Carlos Gomes subiu a Sete de Setembro retornando ao ponto de partida pelas ruas Nações Unidas e Bolívia.

Não temos como confirmar a quantidade de foliões que participaram do Mistura Fina 2019, porém, pela experiência de estarmos brincando nesse bloco, desde o primeiro desfile em 1983, posso estimar, que mais de Duas Mil Pessoas desfilaram no Mistura Fina. “Gostaria de agradecer a Funcultural de Porto Velho que nos proporcionou o carro de som e em especial, a todos os foliões que prestigiaram mais um desfile do nosso bloco se portando de maneira ordeira. Não foi registrado nenhum acidente ou incidente”, agradeceu Sílvia Pinheiro.

 

Fonte: Zé Katraca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *