Homenagem de Diego Souza a Bolsonaro gera polêmica nas redes

Atacante do São Paulo bateu continência, fez um gesto de arma com as mãos e citou ‘capitão’ ao comemorar seu gol, no jogo contra o Flamengo, no Morumbi

Yago Rudá/lance.com.br
São Paulo (SP)

Atacante do São Paulo, Diego Souza homenageou o presidente eleito Jair Bolsonaro ao marcar um gol contra o Flamengo no duelo desta tarde, no Morumbi. Na comemoração, o camisa 9 do Tricolor correu em direção às câmeras, bateu continência, falou a palavra ‘capitão’ e fez um gesto de armas com as mãos. O assunto gerou repercussão nas redes sociais, tornando-o o mais comentado.

Os usuários do Twitter ficaram divididos com o gesto de Diego Souza. Alguns elogiaram o centroavante pela manifestação política, outros, inclusive são-paulinos, rechaçaram a ação do atleta. O tema foi um dos mais comentados na rede social na tarde deste domingo.

– Realmente cada um tem a sua opinião em termos de política. Respeito a de todo mundo, espero que respeitem a minha – falou o centroavante na zona mista do Morumbi após o empate, em 2 a 2, entre São Paulo e Flamengo.

O São Paulo informou que o posicionamento do jogador não condiz com o pensamento do clube.

O camisa 9 do São Paulo ainda não havia se pronunciado publicamente sobre sua preferência política. Outros atletas, como Felipe Melo, do Palmeiras, e Wallace, da Seleção Brasileira de vôlei, externaram seus votos durante a corrida eleitoral, finalizada no último domingo.

Capitão reformado do Exército Brasileiro, Jair Bolsonaro, candidato do PSL, derrotou Fernando Haddad, do PT, com 55,13% dos votos válidos, e será o 38º presidente do Brasil a partir de 1º de janeiro de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *