Dillashaw atropela Garbrandt no primeiro round e mantém cinturão do peso-galo

Vencer Cody Garbrandt era a missão de TJ Dillashaw, neste sábado, na luta principal do UFC 227, em Los Angeles (EUA). E o atual campeão do peso-galo, que havia tomado o cinturão do desafeto, em 2017, o atropelou ainda mais rápido desta vez: vitória por nocaute técnico, aos 4m10s do primeiro round.

– Parabéns ao Duane (Ludwig, treinador), é aniversário dele. Esse cinturão também é dele. Eu esperava que ele fosse bloquear meus chutes, ia esperar para jogar a minha mão e foi o que aconteceu. Eu sou o melhor peso-galo de todos os tempos – disparou.

Questionado sobre o desafio de Henry Cejudo, novo campeão do peso-mosca, que pediu para buscar o segundo cinturão, da categoria de cima, Dillashaw não titubeou.

– Vamos fazer isso – afirmou, para delírio do público e dos integrantes de seu córner.

Dono de 15 vitórias e três derrotas na carreira, TJ Dillashaw está invicto há quatro lutas – ele não perde desde 2016, quando Dominick Cruz o superou, por pontos. Garbrandt, por sua vez, amarga dois reveses inquestionáveis diante do desafeto, cenário bem distante do que se acostumou, afinal, de 2012 a 2016 ele permaneceu invicto no MMA.

A luta

Os lutadores ainda estavam esquentando. Cody Garbrandt acertou uma boa combinação de cruzado e chute em TJ Dillashaw, que respondeu com um golpe no vácuo. O campeão acertou um chute na linha de cintura de “No Love”, que buscou um soco rodado para surpreendê-lo. Dillashaw devolveu com um soco giratório, contudo, passou como um touro e foi ironizado pelo compatriota, que apontou para o chão do octógno. O que era de Garbrandt, no entanto, estava guardado. Certeiro e veloz, Dillashaw soltou um overhand e levou Garbrandt a knockdown. O dono do cinturão – que não estava disposto a abrir mão do posto – fez a blitz, pressionou, mas viu o rival ficar de pé. A trocação não tardaria a reaparecer. “No Love” – mais lento após o impacto dos golpes sofridos – foi imprensado contra a grade. Com uma impressionante sequência de socos e uma fortíssima joelhada, TJ Dillashaw acertou Cody Garbrandt repetidamente, até forçar o árbitro central, Herb Dean, a encerrar o confronto.

Resultados do UFC 227:

Fonte: Por Camilo Pinheiro Machado, Evelyn Rodrigues e Marcelo Barone, Los Angeles, EUA/sportv.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *