Depois de 13 anos Incra entrega título definitivo de terra à comunidade quilombola de Santa Fé

A comunidade de remanescente de quilombo de Santa Fé, no município de Costa Marques, recebeu o título definitivo de suas terras referente a 1.452 hectares. Essa conquista representa o fim de uma luta de mais de 13 anos. A entrega dos títulos foi feita pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária-Incra, no dia 21 de dezembro. Participaram da solenidade o prefeito de Costa Marques, Vagner Miranda da Silva, o Mirandão,  o superintendente do Incra de Rondônia, Erasmo Tenório da Silva, o gerente Regional da Emater, Luciano Brandão e representantes da Comissão da Pastoral da Terra.

Para o Coordenador Regional do Setor de Regularização dos Territórios Quilombolas/Incra-Rondônia, William dos Santos Ramos Coimbra, “esta é uma conquista e tem que ser comemorada, pois são mais de 13 anos de luta e todos  nós sabemos da dificuldade que foi regularizar estas terras. Acredito que a missão do Incra-RO, está cumprida com a certeza da posse da propriedade dando a segurança jurídica das terras do povo querido de Santa Fé”.

Santa Fé foi formada por descendentes de negros escravizados vindos do Mato Grosso procedentes de Vila Bela da Santíssima Trindade. A migração também se deu com o povoamento na região no final do século XIX e início do século XX já por conta do ciclo de extração da borracha. Nordestinos e outras populações também povoaram a região, segundo informações de alguns historiadores. O povoamento da região ainda não está completamente identificado.

Autor:   Antonio Neto/DRT-RO nº 1.199

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *