Cineamazonia Itinerante começa a 16ª edição em Rondônia

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental surgiu há 16 anos na Amazônia Brasileira, com o objetivo de realizar a junção entre a sétima arte e o meio ambiente

A cidade rondoniense de Guajará-Mirim será palco da abertura da 16ª Edição do Cineamazonia Itinerante – Festival de Cinema Ambiental, que apresenta filmes de curta metragem com temática ambiental e social para a população. O evento acontece nesta sexta-feira (07), na Praça Santa Luzia, a partir das 19h00. A entrada é gratuita.

Para a 16ª Edição serão apresentados dez filmes, selecionados de mostras competitivas do Cineamazonia: 04 filmes de ficção, 05 animações e 01 documentário, assim selecionados: Ficção: “Balanceia”, de Thiago Oliveira e Juraci Júnior, de Rondônia; “A piscina de Caíque” de Raphael Gustavo da Silva, de Goiás; “Crisálida”, de Serginho Melo de Santa Catarina e “Opala azul Negão”, de Renné Brasil de Sa de São Paulo.

 

Entre as animações que fazem parte da 16ª Edição do Cinemazonia Itinerante, estão as cariocas “Miudinho”, de Eliane Gordeff e Cláudio, “O fim da fila”, de William Côgo e “Sviaz”, de Diego Akel, Leo Ribeiro, Felipe Thiroux, Adriane Puresa, David Mussel, Anna Thereza Menezes, Alexandre Bersot, Jackson Abacatu e Ronaldo Oliveira. Fecham as animações os goianos, “O violeiro fantasma”, de Wesley Rodrigues e “O bagre de bolas”, de Luiz Botosso e Thiago Veiga. Fecha a programa o documentário “Xavante, Memória, Cultura e Resistência” de Gilson Costa, de Mato Grosso.

Para o cineasta Thiago Oliveira, um dos diretores da ficção “Balanceia”, estar com seu trabalho no Cinemazonia Itinerante é um incentivador, já que “essas exibições nos dão combustível para continuarmos nesse mergulho que é o fazer cinema na Amazônia”. Thiago destaca também que “o reconhecimento internacional que o Cineamazonia conquistou faz com que as produções exibidas sejam vistas por um grande público, não só local”.

O Cineamazônia

Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental surgiu há 16 anos na Amazônia Brasileira, com o objetivo de realizar a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais, e a formação de plateia e a consciência sócio ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *