Asfaltão comemora 48 anos com esquenta da Pura Raça

Asfaltão comemora 48 anos com esquenta da Pura Raça

Neste domingo 17, o Grêmio Recreativo Escola Samba Asfaltão comemora seus 48 anos de fundação com show da Bateria Pura Raça na famosa Tenda do Tigre a rua Jacy Paraná.Na realidade as comemorações começaram na noite de sexta feira com a realização do Baile Amarelo e Preto – Uma Noite na Grécia que levou muita gente a Associação dos Empregados da Ceron. A festa prossegue no próximo sábado dia 23 com a escola desfilando pelas ruas do bairro Nossa Senhora das Graças e só termina domingo dia 24, com a apresentação no desfile do bloco Pirarucu do Madeira.A agremiação foi criada em 17 fevereiro de 1971 a partir de um desfile improvisado de um grupo de funcionários que trabalhava na antiga usina de asfalto da cidade. Quando preparavam a avenida 7 de Setembro para o desfile de carnaval daquele ano, após o término dos trabalhos de recapeamento asfáltico da via, resolveram descer a avenida dançando e cantando da maneira que se encontravam, ou seja, com o corpo todo “melado” de “pixe” (daí a origem do nome – Asfaltão).Tendo à mão os seus instrumentos de trabalho como pás, vassouras e picaretas, dentre outros, aquele grupo de trabalhadores fora calorosamente aplaudido pelo público. A partir desse evento, empolgados com a positiva e carinhosa recepção, os mesmos repetiriam o feito nos anos seguintes, o que levou à paulatina organização e evolução do que hoje é o GRES Asfaltão. A escola, cuja cores são amarelo, preto e branco, tendo um ” TIGRE” como símbolo, é hoje do Grupo Especial. Trás um título da antiga Associação das Escolas de Samba e Blocos – AESB e é Tricampeão de Porto Velho com Federação das Escolas de Samba – FESEC.

A época do seu surgimento, existiam várias categorias – Asfaltão passou por todas elas, como Bloco de Sujos, Bloco de Empolgação, Bloco de Enredo, Escola de 2º Grupo, chegando ao ápice do grupo especial.Em seus Temas e Sambas de Enredo, enfoca sempre questões de relevância social. Como por exemplo: A Natureza; O Menor Abandonado; A mulher; A história da agremiação, com o tema: “Do Mocororó ao Tigre”; Porto Velho; “De Zumbi até Aqui – 300 Anos de História”; A Arte; Do Lixo ao Luxo; Máscaras; A Energia; A História do Bairro Santa Barbara e “Açaí O Nectar dos Deuses da Floresta da Amazônia para o Mundo”. Esse enredo foi campeão do carnaval de 2012. Em 2013, o tema foi: “No País do Futebol “Crak” Nem Pensar. Em 2014, foi exaltado o centenário de Porto Velho – “Porto Velho, teu Valor Cultural é a Riqueza e o Brilho do meu Carnaval”. Em 2015, o tema foi o mesmo de 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *