12.01 – Lenha na Fogueira – Silvio Santos

Lenha na Fogueira

Entidades do segmento Cultura Popular – Federação das Escolas de Samba e entidades Carnavalescas de Rondônia – Fesec e a Federação de Grupos Folclóricos – Federon, apresentaram suas demandas ao novo superintendente da Sejucel senhor Jobson.

*********
A visita ao novo gestor da cultura em Rondônia, aconteceu na última quinta feira dia 10. Reginaldo Makumbinha pela Fesec e Fernando Rocha pela Federon apresentaram as demandas das suas respectivas entidades.

********

A FESEC apresentou duas demandas: A emenda parlamentar do Deputado Léo Moraes para locação da estrutura pro desfile das Escolas de Samba e sobre o processo de construção da Cidade da Cultura.

*********
Jobson, Superintendente da SEJUCEL, deu total apoio às demandas e se colocou à disposição das Federações sua equipe técnica, pra assessorar e acompanhar os dois processos.

*********
No mesmo dia, à tarde, Reginaldo Makumbinha se reuniu com o assessor do deputado Léo Moraes (Nélson Júnior) para verificar o andamento da emenda. Segundo o mesmo, só falta o Governador sancionar o orçamento para dar prosseguimento ao processo da estrutura.

*********

Apesar da situação do nosso desfile continuamos trabalhando o processo das estruturas (vai que surge uma luz no fim do túnel)” declarou Makumbinha.

*********
Fernando Rocha tratou da emenda colocada pela deputada federal Mariana Carvalho também para contratação de estrutura de arquibancada, iluminação, tendas e sonorização para o Arraial Flor do Maracujá 2019.

********
Na próxima terça feira dia 15, as 9 horas, o superintendente Jobson acompanhado do deputado Eyder Brasil fará visita a sede da Federon no Parque dos Tanques, para saber das principais demandas da entidade para o Flor do Maracujá deste ano.

********

Pelo que notamos, Jobson está com boa vontade em apoiar a cultura popular no estado de Rondônia. Que seja bem vindo.

********

De acordo com a nota da Fesec em parceria com a Federon sobre locação das estruturas para os desfiles das escolas de samba e Arraial Flor do Maracujá. Fica mais que provado, que aquela notícia distribuída pela assessoria do prefeito de Porto Velho dizendo que o governador também não apoiaria o carnaval de Porto Velho, foi Fake.

*********

Quem também estar preocupado com o não apoio por parte da prefeitura aos desfiles das escolas de samba, é o renomado articulista político Carlos Sperança. Carlão em sua coluna publicada no dia 10 passado escreve:

********

O turismo – Eu queria questionar os senhores Prefeito e Governador que anunciaram recentemente o propósito de fomentar o turismo na capital, mas cortando recursos para o carnaval, que se constitui a maior fonte de renda do turismo para hotéis, bares e restantes em Porto Velho com os DESFILES DAS ESCOLAS DE SAMBA atraindo contingentes do interior do estado, do Acre, do Amazonas e da Bolívia, a coisa é fomento do turismo as avessas, um tiro no pé.

********

Pelo menos não estamos sozinho nessa luta, quando um colunista respeitadíssimo como Carlão Sperança lamenta a falta de apoio as nossas entidades carnavalescas, é porque o negócio é sério.

***********

Por falar em desfile de bloco de trio. O bicho tá pegando e pegando muito bem, pois três blocos já anunciaram que tratarão atrações (bandas e cantores) da Bahia para animar seus desfiles: Bloco Leva Eu, Bloco Vai e Volta e Bloco Us Dy Phora.

**********

É o carnaval de trio elétrico voltando aos velhos tempos do Bloco Fuzarka e Maria Fumaça quando as atrações foram bandas como Águia de Asa, Chiclete com Banana, Ivete Sangalo, Timbalada entre outros renomados artistas baianos.

*********

Atenções dirigentes de blocos de trio elétrico ou não, enviem suas programações para o e-mail[email protected]com.br que divulgaremos com todo o prazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *